A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

domingo, 13 de abril de 2014

 

O CALOR QUE NOS DERRETE...
 
A fonte de prazeres mais intensa
Começa com duas bocas se mordendo
No beijo estremecido de sabores
Saliva pelo corpo se perdendo

Pegadas tão intensas entre corpos
As mãos que vão os corpos percorrendo
Prazeres que entre nós vão se velando
Cabelos nas minhas mãos eu vou puxando

Eu puxo com tesão os teus cabelos
Com muito mais... aperto o teu corpo
Em cada espaço mínimo que penetro
Tesão é a sobremesa que te doou

Tesão e mil pecados destilados
Em fogo, labaredas se perdendo
A boca salivando no teu corpo
Calor entre nós dois, nos derretendo!

 
(Adriano Hungaro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário