A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

domingo, 15 de julho de 2018

...


...


...


...


...


...


....


...


...


Ei moça! Me empresta esse teu batom de cor vermelha e
 vem desenhar comigo esse nosso imenso coração. 
Dentro dele eu só quero escrever: Eu Te Amo! 

Adriano Hungaro
07/01/2017

...



...





Viver é equilibrar-se! É conseguir se manter em pé diante da ausência e do encontro, diante da força e da fraqueza, diante da coragem e do medo. Viver é saber abrir mão muitas vezes das melhores coisas para continuar respirando; é - em muitos momentos - abrir mão dos pesos para continuar leve, para continuar livre e, principalmente, para continuar vivo!

Viver (muitas e muitas vezes) é não se encontrar, é olhar no espelho e fingir que não se conhece. É encontrar-se mas também é perder-se! É saber abrir mão das muitas máscaras, das muitas vidas, de todos os pseudo amores e muitas vezes de nós mesmos.

Viver não é ser o que os outros querem ou imaginam, não é caminhar como os outros dizem ou como desenham. Viver é quebrar regras e paradigmas, é fugir dos racionalistas sem emoção e dos emocionais sem razão.

Viver é equilibrar-se!

É conseguir manter um equilíbrio nosso... na nossa própria corda bamba. É ser a todo momento apenas nós mesmos... sem máscaras, sem mentiras, sem trapaças, sem roteiros e sem lendas. Custe o que custar... digam o que disserem... reclamem o que quiserem.

Viver é equilibrar-se! É saber ser grato e benevolente. É aprender com a vida... com as pessoas que nos cercam e, exatamente em todos os momentos, com nós mesmos!


Adriano Hungaro




Para ser coração, desses que bate por cumplicidade, tem que ser singular... estar entre as mãos de Deus e as asas dos Anjos; tem que saber ser leve, pedaço de sonho a ser realizado, aquele encontro perfeito e apaixonado... sem reticências, sem interrogações, sem prumo ou pudores. Para ser coração, aquele que bate aqui dentro, tem que ser lenda... tem que resenha e ser tudo; tem que seguir o rastro das estrelas cadentes sem deixar pistas... e entre os mundos ir deixando apenas beijos, como sempre me beija. Seguir entre os sóis e as histórias mais apaixonadas, criando sempre finais felizes e para sempre. Para ser coração, o seu no meu peito e vice-versa, tem que amar de verdade... estar entre os jardins floridos e todos os poemas desfolhados; jogar-se do abismo porque sabe voar, voar por necessidade. Saber que de um encontro faz-se o conto... que faz-se a vida. Na face oposta do teu espelho... ser simplesmente infinita! Para ser coração... tem que superar-se dentro de si mesma, sabendo que a vida é breve e o amor é eterno!


Adriano Hungaro

terça-feira, 6 de setembro de 2016

...

Antônimos

Eu só queria ter o seu abraço 
Pra ver se eu disfarço essa falta de você 
Poder tocar, sentir o gosto do seu lábio 
Entrar no compasso e o seu coração bater 
Olhar nos seus olhos e dizer Sem você 

Não importa se é doce ou salgado 
Se tá quente ou gelado 
Se faz sol ou vai chover 
Eu achei que tava certo, fui errado 
Era leve, tá pesado ficar longe de você 
Pro escuro ficar claro 
O sozinho acompanhado 
É só a gente ficar junto e não separado 

Eu só existo se for do seu lado 
Se for do seu lado.

( Jorge e Matheus )
06/09/2016
São Carlos - SP

Música