A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

quinta-feira, 4 de julho de 2013

.

 
 
Que seja mortal feito veneno, quente como as lavas de um vulcão e indomável feito um furacão sem rumo. Que tenha doses de despudor... que seja lascivo e cheio de cumplicidades. Que viaje por todos os cantos inexplorados do mundo em fração de segundos... que seja intenso e interminável. Que tenha dentro de si uma necessidade diuturna de querer mais e mais e mais; e que essa necessidade aumente todo...s os dias. Que seja incontrolável, indecifrável e devastador. Que tenha doses de surrealismo e muitas subliminares. Que seja o começo, o meio e o fim... sem ter tempo algum para começar ou para terminar. Que o que chamam de loucura... chamemos apenas de necessidade. E que aquilo que nem conseguem dar nome... chamemos de amor, tesão e paixão... bem misturados, ilimitável!
 
 
(Adriano Hungaro)
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário