A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

quinta-feira, 30 de maio de 2013

 
 
 Depois de um bom tempo eu aprendi a diferença daqueles que amam com o coração e daqueles que amam apenas por interesse; e cheguei a melhor conclusão que nunca amei pela segunda opção, bem como que abri mão daquelas que me amaram assim, fazendo virar cinzas toda a materialidade impregnada nesse maldito amor. Depois de um bom tempo eu também aprendi que aqueles que amam por interesse nem sabem (de f...ato) o que é o amor; e assim, já sabendo filtrar quem ama por amor e quem ama por interesse, aprendi que lançar pessoas fora de nossas vidas (muitas vezes) é uma tremenda obrigação, antes mesmo que (como âncoras) nos afundem sem deixar margem para qualquer remota possibilidade de sobrevivência. Depois de um tempo eu aprendi que, mesmo dando valor aos que me amam de verdade, muitos estarão longe de mim e me trarão saudades... e essa saudade será um veneno desgraçado e indescritível, veneno que muitas vezes me tirará a paz e o sono. Depois de um tempo eu aprendi que devemos aproveitar as chances, trabalhar com a razão... mas nunca perder a emoção de vista, porque em muitos momentos a emoção nos dá o toque mágico para o sucesso, enquanto a razão nos cega a alma. E assim, partindo-se da parte mais sentimental, aprendi que algumas pessoas jamais terão sentimentos, jamais sentirão saudades e nem tampouco dirão: te amo! Mas, pelo lado emoção, também aprendi a perdoá-las, porque nem todos serão como eu quero... assim também como eu jamais serei como muitos querem. É preciso equilibrar-se entre as pessoas... afastar os maldosos e compartilhar o bem com quem quer o bem. Porque um dia o mal passará... mas o amor, a esperança e a liberdade estarão para sempre como o melhor e maior prêmio.
 
 (Adriano Hungaro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário