A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

domingo, 30 de setembro de 2012
















DAS SOMBRAS DO NOSSO INFINITO!



Os sóis que eu te dei viraram sombras
Morreram no infinito do universo
Assim também morreu o meu amor
...Nas sombras transeuntes de um verso

Morreram as lindas flores do jardim
Com as lágrimas tão salgadas que caíram
E os céus da tua terra hoje estão gris
Pois perderam a sutileza do matiz

No passo de um tempo esquecido
Sonhou me dar amor e paraísos
Sonhei te da mil beijos e sorrisos

Mas tudo se perdeu nesse caminho
Morreu calor, sorriso... e todo o brilho
Morreu o nosso amor nesse infinito!



⊱✿✿

Nenhum comentário:

Postar um comentário