A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

sábado, 8 de janeiro de 2011



FUMAÇA

Dissipo-me nessa terra igual fumaça
Mas um dia eu encontro o teu caminho
Nesse dia deixarei minha desgraça
E também deixarei de estar sozinho

Até lá vago sempre com o vento
Invisível nunca guardo meu momento
Acho tudo nesse estado passatempo
Nessas horas de passar a todo tempo

E pode ser que um dia eu me ache
E o amor seja mais que mero guache
Desenhado numa tela de momentos
Num estado de mais puro sentimento

Pode ser que um dia eu me refaça
Que dizime no final toda desgraça
Que eu seja na tua vida pura graça
Que não seja pra você mera fumaça



Nenhum comentário:

Postar um comentário