A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

sexta-feira, 1 de março de 2013

 
 
Nesta vida transitória... perdemos amores, perdemos medos, perdemos sonhos... e perdemos a nossa própria presença, noutras vezes crença. Destruimo-nos para reconstruirmo-nos... muitas vezes de um modo melhor e mais útil... com mais amor, com outros medos, com outros sonhos e com a nossa própria presença (e crença). Procuramos sempre o melhor e o impossível... mas se formos pensar apenas nas perdas... não ganhamos... como também se formos apenas pensar no que ganhamos não aprenderemos. Viver é equilibrar-se entre a perda e o encontro... entre a força e a fraqueza... entre a coragem e o medo. Viver é muitas vezes abrir mão das melhores coisas (para continuar respirando)... viver é (em muitos momentos) abrir mão do melhor amor para continuar leve... para continuar livre... para continuar vivo. E eu que me perco tantas vezes para tentar me encontrar um pouco melhor... abro mão da minha vida... abro mão de todos os meus amores para continuar vivo... para aprender a ser um pouco melhor com o próximo e comigo mesmo.
 
 ( Adriano Hungaro )
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário