A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012



















Que as ausências sejam apenas um lapso entre os mundos, vividas secularmente em frações de segundos. Que sejam um cálice do veneno mais doce; um tesouro perdido entre abismos. Que tenham uma ponta de esperança para sustentarem-se respirando ante o afogamento. Que sejam indolor na alma, invisível aos olhos e silente perante os sons. Que nos tornem castelos e que assim sendo, mesmo de areia, nos façam segurar pelo menos a terceira onda, antes de nos destruírem totalmente. E que para tudo que ela nos traga exista um razoável significado... mesmo que a melhor resposta dele... seja apenas a ausência!



⊱✿✿

Nenhum comentário:

Postar um comentário