A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

sexta-feira, 16 de março de 2012


Qual é o preço de uma estrela? Qual é o preço de uma onda do mar, do vento, da suave brisa que refresca teu corpo ou do arco-íris? Como podemos medir a distância daqui para o infinito se os olhos tão finitos, findam sua visão a poucos metros de distância... num enxergar míope do que existe além.

Eu jamais serei bom avaliador... jamais serei bom mestre e nem tampouco saberei dizer se é me...lhor o leste ou o oeste... e, assim, definitivamente não saberei apontar a melhor direção que tens que seguir.

Neste sentido, para mim... poema é sempre um amontoado de palavras que expressam sentidos e sensibilidades... É uma absorção de sentimentalidade... de amor, de dor, de paz, de guerra, de tudo ou nada!

Eu sinto, tu sentes... mas - muitas vezes - ele não sente. Entretanto, ele pode sentir somente... eternamente! Mas, na pergunta que me fizeram, avaliar a arte é dar a ela preço, atributo, condição pessoal da minha visão de poucos metros.

Ora, necessariamente para manter-se a pureza da criação, eu digo que a arte é (e sempre será) impagável. A tua obra menos valiosa... custa o mesmo preço de uma estrela!


⊱✿✿

Nenhum comentário:

Postar um comentário