A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

terça-feira, 11 de janeiro de 2011



POEMA DO AMOR IMORTAL

De que valem os meus versos de amar (?)
Se o amor tornou-se algo... proibido
Se as palavras que eu quis te expressar
No final não expressaram teus sentidos

Eu te amei, além céus e oceanos
Além versos, entre nós, nos entregamos
Nosso encontro, nossa história, nossas vidas
São maiores que a dor da despedida

E no silêncio desse adeus eu faço um verso
Para dizer que somos mais que o universo
Que o amor silencia-se mas não morre
É imortal , é infinito e nos socorre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário