A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

sexta-feira, 9 de julho de 2010



COMO QUEM PROCURA A ALMA

No caminho tão silente do sem fim...
Parti com anjos, na verdade: Serafins!
Pela estrada, fui além de uma jornada...
Fui além céus, muito além da encruzilhada.

Passei por mundos, visitei os submundos;
Os esquecidos, sentimentos mais perdidos.
Vi céu azul, infinitas madrugadas;
Vi sóis e luas... vi estrelas prateadas.

Mas não te vi, nessa minha caminhada;
Mesmo sabendo que estava pela estrada.
Em nenhum céu que passei vi minha amada.
Eu não te achei, foi em vão minha jornada.

Eu fui com anjos, Serafins - sempre ao meu lado;
Te procurando realmente passo a passo.
Na estrada do amar com toda calma...
Te procurei como quem procura a alma

*
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário