A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

terça-feira, 28 de setembro de 2010



POR TODO AMOR QUE ME DOA

Por todo amor que me doa, definitivamente: desacorçoa-me. Tira-me todo o ar, na razão infinita de me amar. E por esse amor que me desenha, faz meu céu estar sempre cheio de estrelas; faz brasas quase mortas transformarem-se em imensas labaredas; e ensina-me a viver na plenitude de todo o meu ser; sendo sempre além de mim, sendo sempre eu e você... dentro de nós, recheados de prazer. E nesse amor infinito, ensina-me os caminhos desse imenso labirinto. Dá-me asas, sorrisos e graça; tudo junto misturado, divindade e pecado; o estado de estar sempre muito mais que apaixonado. No final é uma somatória; é pura química... doses fortes de adrenalina. Mas também é cheiro; sabores, pele e desejos. Algo simplesmente que mora dentro de mim... que sempre me acompanha por todos os cantos... algo invisível e inexplicável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário