A única condição que separa o sonho da realidade é a força de vontade em realiza-lo!
( Adriano Hungaro )

quinta-feira, 2 de setembro de 2010



DOS VERSOS NAUFRAGADOS DE AMOR

Eu queria te escrever versos de amor
Num poema que dissesse o que sinto
Mas os versos de amor que te pensei
Para nós foram um sonho impossível

Pois os versos de amor que quis te dar
Numa prova infalível de te amar
Não puderam ser riscados no papel
No papel eu não quis lhes desenhar

Porque a vida fatigou a relação
Transformando tão silente o coração
E corroendo toda a nossa emoção

E os versos de amor que eu quis te dar
Numa prova indelével de te amar
No teu mar, foram sós a naufragar

Nenhum comentário:

Postar um comentário